Domingo, 14 de Setembro de 2008

Alcoolémia - Até Onde... «1998»



"-Até onde posso ir
"-Quero protestar
"-Portugal o nosso país
"-Quem és tu
"-Sinto falta de uma mulher
"-Só tu e eu (uma história mal contada)
"-Para quê sonhar
"-Não sei se mereço
"-Fugir para quê
"-Morrer devagar

Link
POSTED BY ironbar às 21:40
link do post | favorito

Alcoolémia - Não Há Tretas «1997»


  1. Nem as paredes confesso (versão rock)
  2. Portugal o nosso país
  3. Apostei... o carro...
  4. Cuidado... o diabinho anda à solta
  5. Fugir para quê
  6. Tenho medo, diz uma criança
  7. Quero protestar
  8. A minha sorte não quer mudar
  9. Sinto falta de uma mulher
  10. Hoje é dia para desbundar
  11. Morrer devagar
Link
POSTED BY ironbar às 21:36
link do post | favorito

PESQUISAR NESTE BLOG

 

posts recentes

Alcoolémia - Até Onde... ...

Alcoolémia - Não Há Treta...

Visite Tambem...


TAG's

todas as tags

arquivos

Dezembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

blogs SAPO

subscrever feeds